A mocidade – O que estamos fazendo com ela?

Eclesiastes 11:9

“Alegra-te, jovem, na tua juventude, e recreie-se o teu coração nos dias da tia mocidade: anda pelos caminhos que satisfazem ao teu coração e agradam aos teus olhos; sabe, porém, que todas estas coisas Deus te pedirá contas.”

O que Salomão quer nos dizer com isso? Ao fazer um retrospecto da sua vida, ele chega à conclusão de que quase tudo o que viveu foi simplesmente vaidade.

Quero enfatizar aqui, o que estamos fazendo com os melhores anos da nossa vida? Sim, porque esse é o momento das principais escolhas; do traçado do nosso futuro, ou seja, é o momento de semear. O que estamos semeando? Será que as nossas escolhas estão nos levando a um futuro próspero com o Senhor? Ou nem estamos pensando nisso agora, pois o que importa é o presente bastando a cada dia o seu mal? Pois é meu irmão, qual é o nosso tempo aqui na terra mesmo?

As pessoas costumam dizer que temos que viver intensamente porque a vida é muito curta. De fato é por isso não se pode ignorar o fato de que estamos aqui apenas de passagem. A nossa vida é como uma fumaça que sobe e logo desaparece!

Para o mundo o conceito de liberdade é poder fazer “tudo” aquilo que quiser, mas a verdadeira liberdade é poder fazer tudo o que quiser e “escolher” não fazê-lo. Entende a diferença? Nós podemos sim fazer isso ou aquilo, mas “escolhemos” não fazer! Não há preço que pague podermos aplicar nossas vidas em algo que possua valor eterno.

Como jovem que sou, tenho consciência de que não é fácil vigiar todo o tempo para fazer a vontade do Senhor, pois tudo à nossa volta enche os nossos olhos, mas tenho aprendido um segredo: “De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a tua palavra” Sl. 119:9.

A Bíblia fala muito sobre sabedoria e nos ensina obtê-la desde a mocidade até a velhice, portanto, sejamos sábios em nossas escolhas para que ao fim nossas palavras não sejam de lamentos e sim de gratidão!

“Lembra-te do teu criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os anos dos quais dirás não tenho neles prazer.” Ec. 12:1

Postado por: Priscila Estevão

Anúncios

Permanecer ou retroceder?

Salmos 24:3

“Quem subirá o monte santo do Senhor? Quem permanecerá no seu santo lugar?”


Li esse texto em dias nada fáceis, falo das coisas espirituais. Precisamos demonstrar que está tudo bem, que está tudo certo, mesmo que por dentro “na alma” tudo esteja à flor da pele. A luta entre a carne e o sangue tem sido além de constante, muito forte e difícil… o abrir mão dos nossos sonhos, planos e da vida por amor ao Senhor. Compreendi depois de um tempo, que o mundo espiritual vive em uma intensa e interminável guerra e na maioria das vezes além da oração é preciso jejum para vencê-lo. Logo, quando nós tomamos essa atitude vemos que é aí que as perseguições começam. Somos nós mesmos que travamos essa guerra. Tenho sido ministrada pelo Senhor acerca do sacrifício contínuo (Daniel 12:11) que entendi ser a busca intensa e permanente da santidade, glória a Deus que tem nos ensinado a permanecer em todas essas coisas, basta buscarmos! Hoje,  me deparei com esse texto em que o Senhor me pergunta quem subirá o seu santo monte e quem permanecerá no seu santo lugar…o Senhor me esmiuçou. Ele me fez refletir sobre tudo o que temos feito para alcançar a santidade e por mais que o nosso desejo seja conhecê-lo cada dia mais muitos não permanecerão no seu santo lugar. Haverá muitos que falarão em nome do Senhor e acharão que viveu uma vida reta.

Daniel 12:10

“Muitos serão purificados, embranquecidos e provados; mas os perversos procederão perversamente, e nenhum deles entenderá, mas os sábios entenderão.”

Não podemos nunca achar que já buscamos o bastante, porque o que o Senhor tem para nós excede o nosso entendimento e os seus lugares são muito mais altos. Meu coração se apertou por um momento quando lembrou que na verdade o espírito está pronto, mas a carne é fraca. Somos falhos e o nosso próprio coração nos engana. Pedi ao Senhor que esquadrinhasse o meu coração e me fizesse “um dos sábios que entenderão” e que me guiasse ao seu santo monte. As lutas continuarão a nos perseguir, só que maior é aquele que vai à nossa frente e não nos deixará confundir. Que essa também seja a sua oração nesse dia, para que Ele ache graça em nós por termos escohido a boa parte!

Deus o abençoe!

Postado Por: Priscila Estevão

“Não Tem Nada a Ver!” – Êta frase que nos prejudica!

Oie genteeeee…óia eu dinovuuu….

Hoje vamos falar sobre uma frasezinha que tem consumido a cada dia o crente (principalmente os jovens). Quem nunca fez alguma coisa que alguem nos corrigiu e disse: “Ah! Num tem nada a ver não…” Vamos passear um pouquinho na Bíblia:

_________________________________________________________________________________________________

1 Coríntios 10:23
23. Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam.

_________________________________________________________________________________________________

A Bíblia nos orienta que tudo – tudo mesmo – está ao nosso alcance, mas nem tudo é útil. E mais, nem todas elas edificam. Vejamos, quando vamos no mercado e vemos aquelas prateleiras cheias de produtos que são apresentaveis, bonitos, mas isso não quer dizer que vamos sair pegando tudo o que tem e levar pra casa.

Quando a Bíblia diz que nem tudo convêm, quer dizer que tudo está aí, para fazermos quando quizermos, mas será que tudo isso vai nos trazer paz, ou então não vai escandalizar a quem está ao nosso redor?

Gente, precisamos prestar atenção em tudo o que fazemos, porque somos luz e exemplos para o mundo, por isso não devemos deixá-los escadalizados!

Temos que tirar totalmente essa frase de nosso vocabulário. Ao invés de falarmos “Não tem nada a ver” por que não perguntamos para nós mesmos “O que o mundo vê?”

Pra vcs se divertirem e refletirem um pouquinho, vai aí um video do Xote Santo:

Fiquem na benção!!!