A CRUZ – Nossa Salvação

Genteeeee….tava com saudadeee!!!! Olha, minhas últimas semanas foram uma loucuraaaa…

Mas eu tô devorta e é pra falar sobre uma coisa que sempre chamou a atenção da humanidade mas que ninguém nunca pára pra pensar no significado dela: A CRUZ.

Quando falamos sobre cruz, nós lembramos de um Jesus que se sacrificou por nós, que se entregou para que nossos pecados fossem liquidados.

Mas o engraçado é que só lembramos disso por causa de nossa cultura, e não porque realmente estamos ligados a isso.

A cruz era usada nos tempos antigos como pena de morte para os piores criminosos da época, porque era uma morte cruel e humilhante para o condenado.

Mas a CRUZ de Jesus era mais do que isso. Jesus carregou junto com uma cruz pesada, uma enorme quantidade de pecados, nossos pecados.

Tem uns que dizem: “Por que Jesus morreu em meu lugar ao invés de deixar eu morrer?Seria melhor, porque aí ninguem ficava jogando isso na minha cara.” Vou dar um único motivo:

 

“Mas o salário do pecado é a MORTE…” – Romanos 6:23

 

Para que nossos pecados sejam limpos é necessário que alguém morra, mas não a morte de um ser humano comum como eu e você, mas um homem justo e limpo de coração.
Nossos pecados só foram apagados porque Jesus morreu por nós, porque Ele sabia que nossa morte não seria o suficiente para que TANTO pecado fosse limpo.

Por isso Ele escolheu morrer, para que nós fossemos libertos e limpos. Hoje somos limpos a cada dia pelo sangue que Jesus derramou naquela cruz.

Glória a Deus!!! Isso mostra o quanto Ele nos ama!!!

Semana que vem falo mais sobre a cruz…

Eu agrado a Deus?

Gênesis 5: 24

“E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou”

Hebreus 11:5

“Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado, porque Deus o trasladara; visto como antes da sua trasladaçãoalcançou testemunho de que agradara a Deus”

Eu nunca tinha parado para pensar dessa maneira. Imagine que Deus numa bela manhã olhe para você e pense: “ Olha o meu servo, que anda comigo, já se tornou tão parecido com as pessoas daqui de cima que merece vir logo para cá. Como me alegro com ele e nele confio. Sabe, vou trazê-lo logo para morar comigo na eternidade!”

O que diz na palavra a respeito da vida de Enoque somente é que ele andou com Deus. Enoque vivia em um tempo em que poucos ou quase ninguém acreditava em Deus. Podiam até afirmar com a boca, mas no coração não acreditavam que Deus realmente existia. Mas ele não baseava a sua fé em homens, e á todos que tinha oportunidade falava do seu Deus.

Em Jd. 14 e 15 fala: “Quanto a estes foi que também profetizou Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que veio o Senhor entre suas santas miríades, para exercer juízo contra todos e para fazer convictos todos os ímpios, acerca de todas as obras ímpias que impiamente praticaram e acerca de todas as palavras insolentes que ímpios pecadores proferiram contra Ele”.

Enoque andava em santidade e tinha comunhão com Deus. Ele não buscava a santidade por causa de um ideal, mas porque ele tinha a certeza de que era o melhor para ele. Ele teria ganhos em andar daquela maneira. As pessoas precisam saber que a vida com Deus tem a promessa da vida aqui e da que virá. Deus recompensa!

Mas como Enoque conseguiu forças para viver dessa maneira? Gênesis fala que ele andou com Deus e com isso agradou o Senhor. Relacionamento construído dia após dia, como uma caminhada, perseverando na “constância”. Um relacionamento com o Senhor é como uma longa caminhada, não se chega ao destino no primeiro dia. A cada dia novos passos são dados, a intimidade é construída e o relacionamento é fundamentado. Enoque andou com Deus, a cada dia sua fé no invisível foi consolidada, e então o próprio Senhor o recompensou.

Que possamos tomar também a vida de Enoque como exemplo e caminhar com o Senhor a cada dia, construindo uma amizade íntima e verdadeira, para que sejamos recompensados. Talvez não sejamos arrebatados como Enoque, mas teremos a convicção que sem demora estaremos com o Senhor também. Ora vem Senhor Jesus!

Postado por: Priscila Estevão