Os pés e mais nada!

Século XXI, a era da velocidade. Tempo em que tudo vem e vai mais rápido que o vento. Internet discada? Talvez a geração 2000 nem saiba o que é. Viver sem celular? Impossivel. Livros? Ultrapassado demais, a onda agora é E-book. Estamos vivendo o tempo em que tudo é facil e acessivel, tudo está em nossas mãos quando bem entendermos.

Mas o problema de toda essa facilidade está em nós mesmos. Nós não conseguimos identificar e nem encontrar Deus em toda essa inovação. E Ele está ao mesmo tempo que mais fácil de ser encontrado, também mais difícil. E sabe por quê? Porque essa tal globalização nos oferece tudo, menos Deus. Pra que uma referência espiritual, se o material, o tocavel, pode ser alcançado só de esticar o braço para pegar. Deus é muito inatingível para o alcançarmos.

Em Ezequiel 47 Deus revela ao profeta a singularidade de Sua presença usando um rio. Neste momento Ezequiel é levado para fora do Templo e lá ele encontra um rio que corre abundantemente.  Então o homem começa a medir e manda Ezequiel entrar na água. E ele anda e a água chega até os seus tornozelos e o homem manda que ele siga mais. O profeta chega ao ponto em que as águas transpõem sobre ele e não é mais possível continuar andando. Tal comparação é a presença de Deus.

Se eu continuar buscando referências sobre a presença do Pai, encontro na Bíblia, em músicas, livros…Inúmeras e muitas que esse post não seria suficiente. Mas a maioria nós deixamos passar batido, porque o mundo nos cegou. Molhar os pés à beira do rio é o suficiente, pois queremos viver a superficialidade não só com Deus, mas em tudo. Nada de relacionamentos profundos, é muito complicado e comprometimento não é mais bem-vindo em nossa sociedade. Por isso baladas, drogas, bebidas e outras distrações se tornaram indispensáveis em nossa geração.

Essa é a geração que deveria e poderia estar aos pés de Cristo mais do que tudo, mas esta é a geração mais negligente diante de Deus. A geração que negocia o lugar de Deus com outras coisas. A mesma geração que pensa que Deus está tão longe que não pode fazer algo sobre nossa escolha. A geração que se cegou e se confudiu em meio a tanta inovação e um mundo globalizado.

Eu venho de um tempo que Deus era tudo o que bastava. Lembra aquela história de “Deus e mais nada”? Pois é, eu e outros vivemos isso intensamente. Minha adolescência (13-16 anos) foi baseada pela busca da face de Deus. Muitos dos que eu conheço infelizmente deixaram que os problemas e circunstâncias cegassem-os. E quem sou eu para julgar? Mas o que eu digo é que eu e muitos escolhemos simplesmente molharmos somente os pés. E a própria Bíblia diz que se contnuarmos adando rio adentro e nos entregarmos, tem muito mais!

“Deus e mais nada”. O clamor que deve voltar aos nossos corações. Existe um “ranking” de prioridades em cada um de nós e a palavra deixa bem claro que Deus não aceita dividir nem perder o 1º lugar para outra coisa. Nós ignoramos esse fato e colocamos no topo outras coisas, e aí vai a lista do que entra em 1º lugar, e talvez depois venha Deus:

– Estudos
– Namorado (a)
– Trabalho
– Ministério
– Amigos
– Diversões
– Muitos outros

Mas eu quero o lembrar: Deus NÃO ACEITA estar em segundo lugar! Se você o tira do 1º, então Ele se retirará da sua vida!

E então, a escolha é sua, vai molhar só os pés, ou vai se entregar totalmente a Ele. Porque eu já fiz a minha, e é “Deus e mais nada”!

No amor de Deus

Lucas Phelipe

Anúncios

Tudo é Pop!

Baseado no que o Juliano Son disse na gravação do DVD “Mais um Dia” no último sábado (que por sinal foi marcante), gostaria de compartilhar isso com vocês.

“A música pode ser Pop. O lugar pode ser Pop. As luzes podem ser Pop. Mas a mensagem não é Pop!” – Juliano Son

Vivemos na era “Gospel” dentro da Igreja moderna. Infelizmente o verdadeiro Jesus deixou de ser pregado e – como já disse antes – um “Jesus Fabricado” é vendido como um produto qualquer dentro delas. Barganhamos Jesus a troco de nada e pensamos que estamos fazendo justiça em nome d’Ele. Há muito o Jesus que morreu por todos nós na cruz foi esquecido e trocado por um mero produto ou marca registrada.

PhotoFunia Lomography Regular 2012-12-03 06 39 12O que mais vemos são homens querendo atenção e holofotes para si enquanto Jesus é escondido atrás das cortinas. A glória deixou de ser dada a Deus para que o homem seja engrandecido. Tudo isso aconteceu porque muitos destes homens acharam a Mensagem dura demais para ser ouvida ou dita. Em um grande evento ninguém pode sair ofendido. Ninguém pode se sentir mal por ouvir a verdade. O show é maquiado e os olhos do público tem que brilhar de alegria, e não com lágrimas por sentir a dor do próximo. Mas na verdade “não é a Mensagem que é dura demais, mas são os corações que a recebe. A Mensagem não é amarga, são as bocas que a saboreiam que estão cheias de amargura.”  

Jesus foi seguido por uma multidão por causa de seus milagres, mas quando Ele revelou a verdadeira Mensagem que é “Aquele que crê em MIM terá a vida eterna!” (Leia João 6). Todos sabem que crer em Jesus não é somente viver de milagres, mas é ter uma vida de devoção e entrega total a Ele. É mudar hábitos e parar de questionar para ouvir e aprender. É obedecer, mesmo sem muitas vezes não querer. Por isso muitos daqueles seguidores disseram: “Esta palavra é muito dura. Quem pode ouví-la?”

Nenhum ser humano está realmente disposto a mudar por causa de alguém como Jesus. Ninguém quer deixar de ser e ter por causa de outro. E é por isso que Jesus é esquecido em eventos e cultos. A mensagem pregada é: Não precisa mudar para servir a Deus, pode servir com as suas mentiras, fofocas, maus hábitos, insubmissão. Não tem problema, Deus recebe!

A palavra de Deus diz que devemos buscar PRIMEIRO a Ele. Assim tudo o que Ele pede, eu obedeço, porque não sou eu quem estou em primeiro, mas ELE! É tudo muito lindo quando a gente vai em eventos enormes e vemos toda aquela produção que é feita. Tudo isso é válido, mas se o alvo for Deus, se tudo isso for  oferecido a Ele. Está na hora de apagarmos os holofotes, pois eles nos impedem de vermos a Cruz. Assim como os 12 que ficaram com Jesus – apesar de um ser o Traidor – está na hora de compreendermos que nossos caprichos e frescuras não são válidos e que só Ele tem o verdadeiro alimento.

Está na hora de lembrarmos que o mundo não gira a nossa volta e olharmos ao redor para vermos que outras pessoas precisam muito mais do que nós. Nem Jesus, que era o Filho de Deus, agiu como se fosse o dono do mundo. Que dirá nós, o pó da Terra.

Eu digo com amor, pois só quando começarmos a proclamar a verdadeira mensagem sem se importar com o que o outro pode pensar, assim como Jesus fez, é que iremos fazer a verdadeira Obra e serviremos a Deus genuinamente!

No amor de Deus!

Lucas Phelipe

O Novo Lar Começa Hoje

Oi pessoas!!! Quero falar um pouquinho sobre uma ilusãozinha que nós temos sobre a eternidade.

Há muito tempo ouvimos que Jesus subiu ao céu para preparar um novo lar para nós. Um lugar sem dores, sem cansaço, sem pecado. O lugar que Deus sempre sonhou para a criação. A Nova Jerusalém.

Ao ouvirmos isso, entramos em êxtase, pois este privilégio é grandioso demais para nós, o pó da terra. Aí então, sem mais nem menos, cruzamos os braços e ficamos esperando Jesus para nos levar para esta Terra tão maravilhosa. “Mas o Pastor sempre disse que Jesus vai buscar a gente um dia e nos levar pra esse lugar!”

Mas, espera um minuto…Seria surreal pensar que sem mais nem menos nós vamos subir ao céu e morar para sempre com Deus, assim, sem um motivo real. A palavra de Deus diz que há dois caminhos: o largo, que nos leva a perdição, e o estreito, que nos conduz a vida eterna. (Mateus 7:13 e14)

Pare e pense um pouquinho em uma casa daquelas antigas, com grandes portões, e um caminho ladrilhado envolto de um lindo jardim, e então troque a linda casa por uma em construção. O jardim você troca por um canteiro de obras, parecido com aqueles aqui de São Paulo. O caminho ladrilhado e nivelado é trocado por um de barro cheio de buracos e pedras. Agora vamos ao ponto que eu quero chegar: o Novo Lar que Jesus nos foi preparar é exatamente isso. Quando a Bíblia nos diz que devemos entrar pela porta estreita, é o mesmo que Jesus dizer, “Entra no Novo Lar, tá um pouco bagunçado por causa das obras, mas é aqui que você vai morar!”

Se você ainda não se sente no novo Lar, então você ainda não entrou pelo caminho. É muito ilusório pensar que por um passe de mágica estaremos em um lugar pleno e lindo sem nenhum esforço. Tudo exige esforço. O Novo Lar não é pra você viver amanhã, ele é hoje. Cheio de bagunça mesmo, mas é a sua casa.

Jesus quer que você faça parte desde já do preparo do Reino. Deixar de andar pelo Caminho e “brincar” fora dos muros enquanto Deus observa é o mesmo que negar a cruz. Achar que é melhor viver nas ruas do que entrar na Casa em obras, é fazer o mesmo que o filho pródigo. Se você aceitou a Jesus, mas até hoje viveu sua própria vida pensando que o Novo Lar está distante, então abra bem seus olhos e veja que este Lar começa hoje em você.

 

“Sou estrangeiro, mas compreendo que o eterno lar começa no momento em que vivo para Te encontrar!” – Sublime (Leonardo Gonçalves)

Deus o abençoe grandemente!

No amor de Deus, Lucas Phelipe.

O amor que une!!!

E aí galeerinhaa!!!

A semana foi meio esquisita, e ao longo dela uma coisa me incomodou muito. Será que estamos vivendo o verdadeiro evangelho?

E isso meus caros é algo muito sério, porque de acordo com o próprio Jesus, o verdadeiro evangelho está no amor!

João 13:34

34. Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros.

Se não houver o amor, não há evangelho! Simples assim! Nós pressionamos quem não conhece a Jesus dizendo milhões de coisas como: “Se você não se converter, vai pro inferno!” ou “Jesus vai te castigar no final dos dias!”

Sabemos que tudo isso é verdade, só que onde está o nosso amor quando dizemos está verdade? Pessoas assim agem da mesma forma que um medico imprudente faz quando vai noticiar a pessoa que ela pode morrer: “Olha, você tem uma séria doença e amanhã você vai morrer, meu caro!” Já imaginou!

Se queremos ganhar alguém para Cristo, temos de seguir dois simples passos:

1º – “Amem uns aos outros”: Jesus disse isso aos seus discípulos no momento em que compartilhou o que haveria de ser feito por Ele (a Crucificação). Repetindo, Jesus disse aos DISCÍPULOS, e não ao povo! Ou seja, eu tenho que amar o meu irmão, companheiro de ministério, que vai viver comigo eternamente independente das falhas dele, afinal, ninguém é perfeito! E não basta simplesmente dizer que ama, como já disse aqui várias vezes, amor é ação, e não um simples verbo da nossa língua!

 

2º – “Como eu vos amei, vocês devem amar…”: Sei que não é facil, Jesus nos amou demais, e não há ninguém que tenha o amor maior que o d’Ele! Mas Jesus quase que diz: “Pelo menos tentem amar como eu amei, porque se tentarem, com certeza já será grande o seu amor!” Temos de tentar, a cada dia, amar ao nosso irmão como Ele nos amou. É sempre lembrar como Jesus agiria com aquele carinha complicado, que só dá trabalho. Tentar entender quem nos decepciona e perdoar!

 

Depois que dermos estes 2 passos, quem está de fora verá que não vivemos simplesmente alienados a uma religião, presos a um paradigma, mas que vivemos o verdadeiro Evangelho, o amor! E é assim, amiguinhos, que consquistaremos muitos para Jesus: JUNTOS!

Vejam o vídeo, acho que dá pra entender melhor o que é o amor de Deus:

 

Um – PalavrAntiga

Negação

1 João 2:15-17

15. Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele.

16. Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo.

17. O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

É isso aí galera! Estou de volta, e já começo com um assunto que nem todo mundo gosta: Auto-Negação (se é que este termo existe!!! :S)

Enfim, o que quero passar através deste post, é a importância e o valor de mortificar nossa carne para que Jesus viva em nós. O texto que está em 1 João diz que não devemos amar o mundo nem o que ele oferece. Vamos parar aqui só por um instante e analisar:

O que é o mundo?

O mundo, na visão espiritual, nada mais é o passageiro, aquilo que a Bíblia diz que perece. O mundo é a vida carnal, e não o planeta Terra em sí.

O que há no mundo?

Este mundo oferece, através de seu controlador (leia 1 João 5:19), pratos encantadores que satisfazem a carne. E 99,9% das vezes estes pratos nos afastam do Pai. No versículo 16 (que tá la em cima),  é explicado o que ha no mundo. Nos mostra com o que devemos tomar cuidado!

Quando a Bíblia diz “não amem o mundo”, está sendo dito, literalmente, “Rejeite o sistema, abomine os conceitos, faça a diferença. Em Romanos 12:2 Paulo diz:

2. Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. 

Ou seja, eu não posso me alienar ao que o mundo dita, não posso viver de acordo com o que o mundo quer! Tenho que aceitar a renovação da mente através do Epírito Santo, e viver de maneira plena em Deus. Simples assim!
C.S Lewis certa vez disse que “Tudo o que não é eterno, é eternamente inútil!” Então, por que motivo, razão ou circunstancia eu me apegaria a algo que padece!

Por isso manolo, rejeite todas as vontades carnais, viva no propósito de Deus a agarre o mais forte que você puder a cruz, porque de lá corre um sangue que te justifica por inteiro!

É isso aí: é viver pra Deus e morrer para sí!

Deus os abençoe! ;D

Retomadaa!!!

Ola galeraa mais uma vez!!!

Estou de volta e retomando minhas atividades!!! Apesar de ter ficado tanto tempo sem postar por aqui, venho dizer que semanalmente agora estarei postanto!!!
Provavelmente os assuntos serao abordados – pelo menos na maioria das vezes – em cima das licoes do discipulado da minha querida igreja!

Entao e isso ai galerinha! Estou de volta por aqui!!! 😀

Deus abencoe voces!